Cuidado com os caminhos da morte

Boa Tarde Galera!

Mais uma vez venho compartilhar com todos vocês alguns pensamentos, leituras e sinais que tive nesses últimos dias. Tenho sido bastante confrontado através de versículos, frases, palavras e amigos sobre a necessidade da vigilância e as consequências de nossas atitudes.

Ontem mesmo fui assistir a uma peça representada pela CIA Jeová Nissi que, por sinal, foi ESPETACULAR. Ao final da encenação de “O Fantasma de Naamã” foi citado o seguinte versículo que me fez refletir muito:

Quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares secos, buscando repouso; e, não o achando, diz: Tornarei para minha casa, de onde saí. E, chegando, acha-a varrida e adornada. Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali; e o último estado desse homem é pior do que o primeiro. LUCAS 11:24-26

Forte, não é?! Portanto meus irmãos em Cristo, sou muito grato a Deus por todas as oportunidades de crescimento e edificação do meu ser nessa caminhada com Deus.

O devocional de hoje serve como alerta para todos nós.

Leiam, reflitam e guardem verdadeiramente em seus corações.

Há caminho que ao homem parece direito, mas ao final dá em caminhos de morte. PROVÉRBIOS 14:12

As aparências enganam. As coisas nem sempre são o que parecem ser. Há caminhos que parecem ser retor aos nossos olhos, mas desembocam na morte.

Há caminhos que parecem conduzir nossos passos ao destino da felicidade, mas traiçoeiramente nos empurram para o abismo da infelicidade. Assim são os prazeres da vida.

  • Quantas pessoas se entregam às aventuras na ilusão de encontrar felicidade!
  • Quantas pessoas pensam que uma noite de paixão pode saciar-lhes os desejos do coração!
  • Quantos indivíduos se entregam à bebida acreditando que a felicidade está no fundo de uma garrafa.
  • Quantos cedem à sedução das drogas, com a ilusão de que terão experiências arrebatadoras!

O diabo, com sua astúcia, mostra os atrativos do pecado, mas esconde as consequências inevitáveis. Por trás da isca da sedução está o anzol da morte. Por trás do sexo ilícito está a culpa. Por trás do amor ao dinheiro está o tormento. Por trás do copo reluzente da bebida alcoólica está a escravidão. Por trás das drogas está a morte.

O pecado é uma armadilha, fazendo-nos acreditar que algo falso é real. É um engano fatal. Quem segue por essa estrada larga, no bonde dos prazeres, desembarcará no inferno.

O PERIGO DAS MÁS COMPANHIAS

Foge da presença do homem insensato, porque nele não divisarás lábios de conhecimento. PROVÉRBIOS 14:7

Quem anda com o tolo, tolo se torna. Quem anda com os sábios, porém, aprende a sabedoria e encontra a felicidade. Assim como não podemos colher figos de espinheiros nem bons frutos de uma árvore má, também não podemos encontrar conhecimento na presença do homem insensato.

A orientação de Deus não é para nos fiarmos naquilo que o tolo fala em busca de algo bom, mas para fugirmos de sua presença. A única forma de nos livrarmos da influência maléfica das palavras do tolo é permanecendo longe dele. O primeiro degrau da felicidade é nos afastarmos do conselho dos ímpios, do caminho dos pecadores e da roda dos escarnecedores. Só então encontraremos deleite na meditação da Palavra de Deus.

Não podemos permanecer em más companhias e ao mesmo tempo deleitar-nos na presença de Deus. Não podemos viver no pecado e ao mesmo tempo ter prazer na leitura da Bíblia.

A Bíblia afastará vocês do pecado, ou o pecado afastará vocês da Bíblia. DWIGHT MOODY

Rev. Hernandes Dias Lopes

Conhece-te a ti mesmo

A sabedoria do prudente é entender o seu caminho, mas a estultícia dos insensatos é engano. PROVÉRBIOS 14:8

O grande reformador João Calvino afirma na introdução das Institutas da Religião Cristã que só podemos conhecer a Deus porque Ele se revelou a nós.

Isso está acima de questionamento. Também é uma verdade incontestável que só podemos conhecer a nós mesmos pelas lentes da sabedoria.

O pecado tornou-nos seres ambiguos, contraditórios e paradoxais. Somos seres em conflito.

Em conflito com Deus;

Em conflito com o próximo;

Em conflito com nós mesmos;

E em conflito com a natureza.

Há uma esquizofrenia instalada em nosso peito. O bem que queremos fazer, não o fazemos, mas o mal que não queremos fazer, esse praticamos. O prudente é, portanto, aquele que busca entender o seu próprio caminho à luz da Palavra de Deus, pela iluminação do Espírito Santo.

O tolo, com sua imbecilidade, além de viver enganado acerca de sua identidade e seu destino, ainda faz da vida uma corrida inglória com o própósito de enganar os outros.

O tolo não sabe o que faz. Sua vida é uma miragem. Seu conselhos são perversos. Seus lábios são cheios de engano. Seu caminho desemboca na ruína.

Precisamos orar como o salmista:

Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. SALMOS 139:23

Rev. Hernandes Dias Lopes

Deixo com vocês um louvor para refletirmos neste dia!

Graça, Paz meus irmãos e que o caráter de Cristo tome conta do nosso ser!